Quem Somos

A Caixa de Previdência dos Servidores Municipais de São Vicente, foi criada pela Lei Municipal nº. 1377/68, de 12 de julho de 1968, com personalidade jurídica própria, de autonomia administrativa e financeira, e como objetivo principal assegurar aos servidores municipais e seus dependentes inscritos, assistência médica e odontológica, com a amplitude que os seus recursos financeiros e as condições locais permitirem;

Frente_jpgEm 28 de dezembro de 2000, através da Lei Municipal nº. 942-A, passou a denominar-se Caixa de Previdência e Saúde dos Servidores Municipais de São Vicente, responsável pelo regime previdenciário municipal e pela assistência médico-hospitalar e odontológica dos servidores municipais e seus dependentes; Em 2002 foi iniciado o processo de desmembramento das atividades da Caixa de Previdência e Saúde. Desta forma, através de atos legais, assim ficaram definidas as atribuições:

Caixa de Saúde e Pecúlio dos Servidores Municipais de São Vicente: Redenominada pela Lei nº 1213-A de 20 de dezembro de 2002, responsável pela assistência médica, hospitalar, odontológica e pecúlio.

Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de São Vicente: Criado pela Lei Complementar nº. 384 de 25 de outubro de 2002, responsável pelo regime previdenciário municipal.

No seu segundo ano de separação do instituto de previdência, a Caixa de Saúde conseguiu ter mais claro quais seus objetivos enquanto instituição que tem por principio prestar e financiar assistência médica-odontologica aos servidores municipais, assim como fiscalizar os serviços prestados.

Dentro da visão assistencial foi incrementado a variedade das especialidades internas e também na quantidade de serviços prestados em sua sede, oferecendo maior praticidade a seus usuários, que hoje já estão conscientes da importância da Caixa, bem como a melhor forma de utilização dos serviços.

Sob o aspecto de financiamento podemos concluir que foi total a cobertura financeira dentro do que prevê nosso regulamento, estando dentro do orçamento programado e por fim continuamos a exercer a fiscalização dos serviços prestados pela rede de credenciados.

Mesmo conseguindo honrar seus compromissos em todas as esferas acima descritas, temos consciência que com a velocidade do desenvolvimento dos recursos científicos somados ao da tecnologia e da informatização da medicina, vem havendo de forma galopante uma necessidade de maior aporte financeiro capaz de custear essa evolução, que tem por objetivo fazer o diagnóstico das doenças cada vez mais precoce melhorando a sobrevida e elevando a longevidade do ser humano.